SEJA BEM VINDO AO MEU BLOG...





PLÁGIO É CRIME



POEMAS REGISTRADOS




segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Louca Abstinência

Sigo as sombras que me cercam
Amo aquele que me possui
Suicídio perfeiro
É o demônio do seu jeito
A paz ele me tira
e minha mente pira
O desespero me consome
Não pude ouvir o seu nome
Louca abstinência
me cura de tanta demencia
São as vozes que sussurram
as loucuras que não mudam
Suicídio perfeito
Descansando em seu peito

Um comentário:

  1. nossa, já lí uns 50 poemas seus,
    achei todos lindos
    um mais lindo que o outro
    e choro em todos
    continue a escrever garota, voce tem futuro.

    ResponderExcluir